Para investir em estratégias de marketing de qualquer tipo de negócio, sempre se falou em entender o público-alvo. Basicamente, uma buyer persona equivale ao público-alvo, só que rico em detalhes.

 

Um público-alvo de uma empresa é definido por dados demográficos (idade, estado civil), geográficos, costumes, hábitos e crenças. Por exemplo, um determinado salão de beleza pode definir seu público-alvo como mulheres, na faixa etária de 30 a 50 anos, que moram na Zona Sul do Rio de Janeiro. E gostam de fazer as unhas com manicure toda semana.

 

Uma buyer persona é um cliente fictício que representa o cliente ideal de uma determinada empresa. Então, ao construir uma buyer persona, deve-se pensar em diversos detalhes do perfil desse cliente ideal.

 

Uma das melhores maneiras de planejar campanhas promocionais e criar conteúdo que engaje seu público alvo é criando uma buyer persona.

Para que Criar uma Buyer Persona?

Dedicar uma parte do seu tempo à criação desse cliente fictício pode se mostrar bastante valioso.

 

Com sua buyer persona bem definida, as coisas ficarão mais claras em relação as pessoas para quem você tem feito propaganda do seu negócio. Assim, você poderá avaliar se as ofertas e mensagens utilizadas nas suas campanhas de marketing estão boas o suficiente.

 

Tenha em mente que mesmo se suas estratégias estiverem boas, sempre há espaço para melhorar e inovar. Afinal, o perfil dos consumidores não é estático.

 

Não se prenda a uma única buyer persona. Seu produto ou serviço pode ser de interesse de diferentes tipos de pessoas. Então crie quantas buyer pessoas você julgar necessário.

 

Pode parecer trabalhoso, mas ao criar uma campanha, por exemplo, uma landing page para divulgar um produto novo, você poderá definir para qual buyer persona ela será voltada. Otimizando a possibilidade de que essa campanha gere conversões.

Criando uma Buyer Persona

Para construir sua buyer persona, não há nada melhor que se basear em seus clientes reais. Afinal, eles devem ter fortes motivos para terem se tornado seus clientes.

 

Pergunte a seus funcionários o que eles sabem sobre os dados demográficos dos clientes.

 

Se preciso, faça uma pesquisa mais profunda, para ser capaz de criar um perfil bem detalhado. Sua pesquisa pode ser tanto off-line quanto online. O importante é focar na qualidade dos dados obtidos, não na quantidade.

 

Agora que você colheu o máximo de informações que conseguiu, chegou a hora de definir suas buyer personas.

 

Ao criar sua buyer persona, você terá a capacidade de se conectar ao seu público alvo e adaptar suas campanhas de marketing para a necessidade do seu cliente e resolver seus problemas.

 

Aprenda mais sobre seus clientes antigos, colete informações sobre eles e entenda melhor suas dificuldades.

 

Se desejar ajuda para ingressar nesse mundo do Marketing Digital, nós da Bird podemos te ajudar. Entre em contato com a gente.